Polícia

CAPITAL » Chumbinho grosso Mulher suspeita de envenenar o marido após descobrir traição é indiciada por homicídio

Larissa Ricci

Publicação: 06/12/2016 04:00

A Polícia Civil apresentou ontem pela manhã Fabiane Viana do Vale, de 39 anos, indiciada por ter colocado chumbinho no suco do marido Anselmo Vicente Ribeiro, de 42, em 4 de setembro deste ano, no Bairro Santa Tereza, na Região Leste de Belo Horizonte. As investigações apontam que o homicídio foi planejado depois de a mulher descobrir que o marido teria engravidado uma funcionária da livraria da qual ele era dono. Com a morte de Anselmo, Fabiane iria faturar cerca R$ 2 milhões, já que só o seguro de vida do companheiro era de R$ 800 mil – em caso de morte natural ou por acidente. Após o assassinato, a suspeita vendeu o apartamento do casal, tentou vender a livraria e deu entrada no seguro de vida do marido.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Alice Batello, no dia do crime Fabiane misturou o veneno ao suco do companheiro, que ao beber começou a passar mal logo em seguida. A polícia acredita que a suspeita ainda contou com a ajuda da mãe, que chegou quando o genro já estava com os sintomas de envenenamento. A sogra ainda amarrou a boca de Anselmo para evitar que a vítima continuasse a vomitar.

Após o crime, as duas teriam limpado o apartamento no intuito de não deixar rastros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado pelo filho da vítima. Quando a médica chegou ao local, ela desconfiou das circunstâncias da morte e orientou que o corpo fosse encaminhado ao IML para exames. Ainda segundo a delegada, a suspeita tentou convencer a médica de que o marido teria morrido por causas naturais.

Segundo a delegada, o casal estava junto há 20 anos, tinha um filho e planejava se mudar para uma casa maior. Fabiane tentava uma segunda gravidez, mas tinha dificuldades. A suspeita foi encaminhada para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Centro-Sul, irá responder por homicídio qualificado e, assim como a mãe, por fraude processual.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.