Polícia

CONTAGEM » ladrão se dá mal Rapaz leva tiro no rosto durante tentativa de assalto

João Henrique do Vale

Publicação: 29/07/2015 04:00

A tentativa de um assalto terminou mal para um ladrão na tarde de ontem em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um jovem de 26 anos tentou roubar um carro nas proximidades do Parque Ecológico Eldorado, mas foi surpreendido pela reação da vítima. Os dois trocaram socos e empurrões e o criminoso acabou atingido por um tiro no rosto. Ele tentou fugir, porém, acabou preso dentro de uma banca de revistas por guardas municipais que faziam uma operação de rotina na região quando foram surpreendidos por um homem pedindo ajuda dizendo que foi assaltado.


“A vítima correu em direção a viatura e nos alertou. Também informou que entrou em luta corporal com o suspeito, que acabou baleado. Vimos o criminoso correndo e fomos atrás dele”, explica o guarda municipal Jefferson Dênis Esteves, do Grupamento de Missões Especiais. A viatura começou a perseguir o ladrão até um beco que dá acesso a Avenida João César de Oliveira. “Eu recebi o chamado via rede de rádio e cerquei o jovem na avenida. Ele estava com uma vestimenta diferente da usada durante a tentativa de assalto e entrou dentro de uma banca de revistas”, explicou Esteves. Segundo a Guarda Municipal, a dona da banca foi ameaçada e obrigada a deixar o homem se esconder.


CERCO


Os guardas cercaram o local e conseguiram prender Cássio Danilo Neves, de 26 anos. A arma utilizada na tentativa de assalto, um revólver calibre 32, foi encontrado embaixo do freezer da banca de revistas. O ladrão sofreu um ferimento embaixo do olho esquerdo provocado pelo tiro. Ele foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) JK onde recebeu os primeiros socorros. Em seguida foi levado para o Hospital São Francisco para fazer a retirada da bala que ficou alojada.


Até o fechamento desta edição não havia informações sobre a vítima que supostamente atirou no criminoso. “A vítima sumiu quando a equipe saiu atrás do infrator. Foi embora no carro e não voltou. Provavelmente, ela pode estar envolvida no porte ilegal de arma, então, na incerteza, foi embora. Com certeza não era um agente de segurança pública, pois se fosse ficaria no local. A ação dela foi em legítima defesa”, comenta Esteves.


Cássio Neves vai ficar internado sob escolta policial. Quando receber alta, será encaminhado até a delegacia. Segundo a Guarda Municipal, o jovem ganhou a liberdade condicional há dois meses. Ele já tem passagens por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma.

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.